Receita vai comparar Imposto de Renda e gastos com cartão de crédito acima de R$ 5 mil

Receita vai comparar Imposto de Renda e gastos com cartão de crédito acima de R$ 5 mil

Home » Imposto de Renda » Receita vai comparar Imposto de Renda e gastos com cartão de crédito acima de R$ 5 mil

12.07.2019 | Por:

Receita vai comparar Imposto de Renda e gastos com cartão de crédito acima de R$ 5 mil

As administradoras de cartões de crédito têm até o dia 31 de outubro para encaminhar à Receita Federal a Declaração sobre Operações com Cartões de Crédito (Decred) contendo informações referentes aos pagamentos efetuados mensalmente, durante o primeiro semestre deste ano, pelos usuários de cartões e os valores repassados aos estabelecimentos conveniados. Serão fiscalizados gastos mensais feitos por consumidores em valores acima de R$ 5 mil para pessoa física e de R$ 10 mil para pessoa jurídica.

A medida é mais um instrumento criado para fechar o cerco a possíveis sonegadores, a partir do cruzamento entre as informações contidas na declaração de renda do contribuinte e os gastos feitos com cartões de crédito. A Instrução Normativa 361 da Receita, publicada ontem no Diário Oficial da União, traz o sistema operacional criado para efetuar a Decred.

A Receita estima que a movimentação anual com cartão de crédito chegue a R$ 200 bilhões. A média de consumo por usuário é de R$ 450 mensais, para 40 milhões de cartões de crédito. Os estabelecimentos comerciais conveniados somam 740 mil, com receita de R$ 24 mil a R$ 25 mil por mês.

As administradoras de cartão também devem declarar informações sobre os estabelecimentos cuja receita com o cartão seja acima de R$ 10 mil. O coordenador-geral de Fiscalização substituto da Receita Federal, Marcelo Fisch, ressaltou nesta tarde que não constará da declaração informações sobre o tipo de gasto feito, mas apenas relativas aos valores.

“O que nós vamos checar é se os gastos efetuados com cartão de crédito são compatíveis com os rendimentos declarados à Receita Federal”, enfatizou Fisch.

Ele informou ainda que os contribuintes não prestarão informações sobre os seus gastos.

 

Fonte: Revista Época

Voltar

12.03.2018 |

Patrimônio maior que R$ 300 mil

Os contribuintes que possuam bens de soma maior que R$ 300 mil, mesmo que as posses estejam fora do Brasil está obrigada a declaração do imposto de renda.

Saiba mais

12.03.2018 |

Declaração de Gastos com Saúde

Essa é uma questão que deve ser tratada com bastante cautela, afinal o maior índice de contribuintes que “cai” na malha fina é devido aos gastos com saúde, pois, não há limites para a dedução de gastos com saúde no IR, mas, para que essas despesas possam reduzir o saldo a pagar ou gerar o imposto a restituir, os gastos devem ser comprovados.

Saiba mais